Depressão

A depressão é caracterizada por uma tristeza profunda e duradoura, e sua causa pode ser de origem biológica, psicológica ou até mesmo social. Decorrem de alterações químicas que ocorrem nos neurotransmissores, que envolvem serotonina, dopamina e noradrenalina, afeta o sistema neural e abalam o emocional e a vida da pessoa.

A depressão é considerada uma doença ou um distúrbio afetivo e para a pessoa ser diagnosticada com depressão os sintomas devem causar impacto significativo no convívio social, no trabalho ou em outras áreas importantes da vida do indivíduo.

A depressão é muito real, grave e afeta milhões de pessoas a cada ano. Quando diagnosticada de forma correta e com o tratamento adequado, a grande maioria se recupera. Em muitos casos é necessário uso do medicamento alinhado com a psicoterapia, porém antes de iniciar o tratamento medicamentoso é necessária a realização de exames para descartar algumas condições habitualmente confundidas com a depressão como o diabetes e o hipotireoidismo.

Sintomas mais comuns:

  • Humor deprimido na maior parte do dia, quase todos os dias;
  • Falta de interesse em atividades antes prazerosas;
  • Perda ou ganho de peso significativo;
  • Insônia ou sono excessivo, quase todos os dias;
  • Agitação ou lentidão psicomotora, quase todos os dias;
  • Fadiga ou perda de energia, quase todos os dias;
  • Sentir-se sem valor ou culpa excessiva, quase todos os dias;
  • Explosões de raiva e irritabilidade frequente;
  • Habilidade reduzida de pensar ou se concentrar, quase todos os dias;
  • Pensamentos recorrentes sobre morte, pensamentos suicidas sem um plano, tentativa de suicídio ou plano para cometer suicídio.

Pessoas deprimidas, tristes e apáticas são fáceis de identificar com depressão, mas existem aquelas pessoas que escondem a depressão, pois são extrovertidas, simpáticas e alegres. Como identificar? Primeiro de tudo precisamos ser empáticos e ouvir com atenção quando um amigo ou familiar fala sobre sua exaustão e ansiedade. Em alguns casos pessoas com a depressão escondida demonstram falta de motivação e entusiasmo por coisas que antes eram prazerosas.

As frases mais comuns ditas por quem está em crise de depressão, seja em voz alta ou para si:

“Eu quero morrer” (repete para si mesma, e realmente sente vontade de fazer);
“Eu não aguento mais” (sentimentos ruins que a fazem sentir-se sufocadas);
“Me tire daqui Deus” (maneira camuflada de pessoas que têm muita fé de dizer que querem morrer).

É algo desesperador, não que seja aquilo que ela realmente deseja, ou tem inicialmente coragem de fazer, mas a vontade de acabar com seu sofrimento e com a dor sentida. Sente-se incapaz de encontrar soluções para o seu problema, e é indiretamente um pedido de ajuda.

“Não ignore uma pessoa que diga isso, pode não ser da boca para fora…”

Depressão não é desculpa, frescura, preguiça, ou coisa de quem não tem o que fazer, DEPRESSÃO É COISA SÉRIA.

Você conhece alguém assim?

Referências

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION. DSM-IV. Manual Diagnóstico e Estatítico de Transtornos Mentais. Porto Alegre : ARTMED, 2002, 4a. ed
Psionline
http://psicologoonline10.com.br/depressao-o-que-e/

Colunista:

Charlene Correia

Psicóloga

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Caso tenha alguma dúvida sobre o assunto, nos envie suas dúvidas clicando aqui.


“Não considere nenhuma prática como imutável. Mude e esteja pronto a mudar novamente. Não aceite verdade eterna. Experimente”.

B. F. Skinner