Envelhecer

O que vem à sua mente quando você ouve ou lê a palavra “envelhecimento”?

Vamos mais além disso:  você costuma pensar sobre os anos adiante, sobre esse tabu chamado “velhice”?

Esse é um assunto que muitos evitam pensar, discutir e muitas vezes se preparar. Talvez por essa expressão “velho” estar associada a um sentido negativo, a uma negação de uma fase da vida, solidão, abandono, incapacidade e tantas outras definições para descrever uma pessoa de “melhor idade”, madura ‘, “idade de ouro”, “experiente” e tantas outras expressões maquiadas para o idoso.

Será que acordo velho ou isso é um processo que se inicia quando se nasce? Com que idade começa a velhice? 60, 70, 80 anos? O que é envelhecer?

Envelhecer é um processo, não podemos escolher começar a envelhecer a partir de uma determinada idade. O envelhecimento começa desde o primeiro dia de vida. Os hábitos que cultivamos ao longo da vida serão grandes responsáveis pelo que iremos colher em nossa velhice. Organicamente, é a partir dos 28 anos de idade que o ser humano entra na rota do envelhecimento. Pele, cabelos, órgãos e tecidos passam a sentir esse início de processo natural da vida.

Um dos maiores inimigos da velhice é exatamente o medo de ficar velho, e é esse medo que leva as pessoas a não pensarem sobre o assunto e consequentemente criar uma barreira para chegar bem à velhice e viver essa fase com dignidade, autonomia, saúde e qualidade de vida.

Leia Também sobre: Sexualidade, qual seu papel na vida de um Casal?

Envelhecer com qualidade de vida se consegue cuidando de si, isso não quer dizer só cuidar da saúde física, quer dizer também cuidar da saúde mental e espiritual, independente da fase da vida. Deixar de se preocupar em olhar fora e começar a olhar dentro, para dentro de si mesmo e se permitir.

No momento em que aceitamos que envelhecer faz parte de uma condição de estar vivo, teremos a conscientização das transformações pelas quais todos àqueles que chegam à velhice irão passar, pele enrugada, cabelos grisalhos, ficar dependente de algo ou de alguém. Não é o fim precisar do auxílio de uma bengala ou até mesmo de outra pessoa para conseguir cumprir as atividades da vida diária, desde que tenhamos consciência das nossas limitações.

Os anos não devem roubar de nós quem somos, mas sim lapidar nossa essência, concretizar nossas conquistas. Ficar velho não significa estagnação, a idade não determina o que devemos fazer com nossa vida, determina apenas o passar do tempo cronológico. Se preparar para esse momento, dentro da realidade sociocultural e os aspectos fisiológicos é buscar o seu “singular”.

Buscar uma autenticidade e encontrar a melhor forma como cada um podemos amadurecer dentro das nossas possibilidades é o que determina as nossas vidas, reconhecer o processo natural da velhice torna a vida mais leve e mais proveitosa. Lembre-se: quanto mais esperarmos a velhice chegar para pensarmos nela, mais ficaremos despreparados para desfrutar melhor esse momento único de nossas vidas.

Que possamos responder ao ser questionado: O que esperamos do envelhecimento?

Desejo de saúde, independência, autonomia, amizade, família, amor, memórias, danças, músicas e, sobretudo, gratidão pela vida.

Envelhecer é uma conquista.

Agende uma sessão de Psicoterapia para Melhor idade! 

Fontes:

Site: PePsci – Periódicos Eletrônicos em Psicologia

Colunista:

Claudia Pinho

Psicóloga

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Caso tenha alguma dúvida sobre o assunto, nos envie suas dúvidas clicando aqui.


“Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana.” Carl Jung