Festas de Fim de Ano: Dicas para alimentação

O fim do ano é uma das épocas mais festivas do ano: Natal, Réveillon, confraternizações de empresas, amigos e família. Porém este ano será diferente, por conta da pandemia, com algumas mudanças de hábitos e com festas com o número de pessoas reduzido. Mas nem por isso deixaremos de nos alimentar, sendo comum sair da nossa rotina do dia a dia, com tantas opções, em um espaço de tempo tão curto, será que é possível manter uma alimentação equilibrada e saudável? E todo o planejamento alimentar feito durante todo o ano, como fica nesta época? Todo o esforço será perdido? Não! O equilíbrio é a palavra-chave para as festas de final de ano. São tantas opções de pratos doces e salgados, que se você não controlar os seus impulsos, toda a sua reeducação alimentar vai por água abaixo em apenas uma semana!!! Uma ceia equilibrada e deliciosa é possível sim e sem colocar tudo a perder, basta seguir as seguintes dicas:

  • Nas compras de Natal procure se alimentar em intervalos de tempos curtos a cada 3 ou 4 horas entre as refeições, mesmo na correria das compras, leve com você frutas, biscoitos ou barrinhas de cereais. As frutas cristalizadas nesta época aparecem com bastante frequência, porém esses alimentos são cheios de açúcar e não agregam nutrientes para o seu organismo. Por isso, dê preferência as frutas frescas e secas que são ricas em fibras e podem acrescentar vitaminas e minerais para o seu corpo, sem prejudicar a sua alimentação. Além disso, as fibras ajudam a promover a saciedade, o que evita a gula. Não se esqueça também de levar uma garrafinha de água para repor os líquidos perdidos com a transpiração!!
  • Não saia de casa com fome, pois caso seja oferecido na festa, bolinhos, frituras e bolos você irá conseguir controlar o consumo destes alimentos naturalmente. Provar um pouco de cada alimento é permitido, porém não faça repetições e controle as quantidades de forma moderada. Se ainda assim sentir necessidade de comer mais de alguma coisa, faça a opção de repetição por frutas e saladas. Fuja dos refrigerantes no Natal, no Réveillon ou em qualquer outra época do ano, os refrigerantes não incluem benefício para a sua saúde, pelo contrário, podem te ajudar a ganhar peso e a aumentar os níveis de açúcar no sangue. Dê preferência aos sucos naturais e integrais, podendo também investir nas polpas de frutas que são práticas e acrescentam nutrientes.

Leia também sobre:Alimentação saudável: Fortalecendo a imunidade e controlando a ansiedade.Clique Aqui!

  • Pular refeição não é a melhor saída para tentar compensar a comilança. Não vá com fome para nenhuma festividade e procure fazer um pequeno lanche antes de ir, assim se houver algum atraso não irá comer em excesso durante a ceia. É importante compor seu prato com salada de folhas verdes e frutas, tomando cuidado com os molhos para temperar, prefira sempre os de iogurte ou a base de azeite de oliva, limão, vinagre, orégano ou até mesmo o vinagrete. A outra metade do prato pode ser composta por 1 porção de carne – dê preferência para as carnes de aves, peixes, lombo e tender assados, pois contêm menos gordura, reserve a outra parte do prato para a guarnição que pode ser uma porção de arroz à grega ou batatas ou farofa. Deve-se ficar atento com as frutas oleaginosas (castanhas, avelã, amêndoa e nozes), embora sejam gorduras saudáveis, também são calóricas – não ultrapasse mais do que 10 unidades. Evite sobremesas a base de leite condensado e/ou creme de leite, de preferência as frutas da época (ameixa, romã, damasco, figo, uva, lichia), elas reduzem o valor calórico e aumenta a oferta de nutrientes.
  • Brindar nesta época do ano com alguma bebida alcoólica é inevitável, nunca beba de estômago vazio e sempre intercale com 1 copo de água para hidratar-se e desintoxicar-se, não se esqueça que cada grama de álcool contém 7 calorias, beba com moderação.
  • Procure não fazer compensações durante as próximas semanas pós festas, se achar que exagerou na comilança faça suas refeições habituais e acrescente ao cardápio mais saladas e frutas.

O importante é lembrar que essas celebrações são momentos de união e confraternização, não apenas reuniões focadas na mesa. Comer também é uma forma de comemorar, porém com equilíbrio.

Para maiores informações agende uma consulta com a nossa Nutricionista!

Colunista:

Michele de Carvalho 

Nutricionista

Não é necessário comer menos, é necessário comer melhor, descasque mais e desembale menos.

*Ao reproduzir este conteúdo, não se esqueça de citar as fontes.


Caso tenha alguma dúvida sobre o assunto, nos envie suas dúvidas clicando aqui.